LORIGA

Nasci numa pequena terra chamada Loriga, situada a 770 m de altitude na Beira alta ao meio da maravilhosa e luzente Serra da Estrela. É uma localidade muito pitoresca, situada num vale e circundada de montanhas que encantam os nossos olhos pela a sua beleza tanto ela é rara: coberta de pinheiros, salpicada de castanheiros, mimosas, giestas, urzes e outras plantas serranas. Uma fauna e flora espectaculares!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

"A Sacavenense"

Fundada em 31 de Janeiro de 1900, sob a designação de “A Sacavenense Sociedade de Crédito e Consumo de Responsabilidade Limitada”, viria a iniciar actividade em 22 de Julho daquele ano, na sua primeira sede, situada no Largo da Saúde, actual Largo 5 de Outubro. O seu principal objectivo era fornecer géneros aos melhores preços e distribuir pelos sócios a percentagem anual dos lucros, na proporção das compras por eles efectuadas.

A Portaria de 11 de Outubro de 1924 (D. Governo nº 243, II Série) reconheceu-lhe “função económica de utilidade pública”. Em 1933 foi criado o Fundo de Auxílio Mútuo, destinado a socorrer os sócios na doença. Em 1965, iniciavam-se as Salas de Estudo de Sacavém, para o antigo 1º Ciclo, em regime nocturno, organizadas em conjunto com o Sport Club Sacavenense, Academia Recreativa e Musical de Sacavém e Clube Recreativo de Sacavém.

Em 10 de Novembro de 1972 inaugurava-se a actual sede, situada na rua António Ricardo Rodrigues. Novas e agressivas formas de distribuição concentradas em grandes superfícies, com as quais não tinha forma de competir, levaram-na a uma grave crise financeira em meados dos anos 80.

Terminada a actividade de consumo e vencida a crise, hoje em dia incide a sua acção preferencialmente em actividades culturais e recreativas. Uma multiplicidade de áreas que vai da ginástica para todas as faixas etárias, à educação infantil, cerâmica, informática, danças de salão, capoeira e a uma escola de samba.
Morada: Rua António Ricardo Rodrigues, 3 - Sacavém
(fonte na internet)

Caderneta do meu pai quando era sócio, aderiu à cooperativa de Sacavém no 24 de marso de 1967.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Piódão a aldeia de xisto

Andar nas ruas do Piódão é muito benéfico para a saúde, é só subir, descer, subir...ao ar livre e puro ( enfim quase, devido aos carros e camionetes...). A paisagem é lindíssima e a aldeia pitoresca com as suas casas feitas de xisto do chão ao tecto.
Passeio nas ruas do Piódão agosto 2001

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Verde

Feto: planta criptogâmica vascular, que cresce nos terrenos arenosos e nos bosques.


"Onde cresce fetos, boa é a terra"

domingo, 17 de janeiro de 2010

Ícones-recto/verso IX


Padre António Mendes Cabral Lages
Pároco em Loriga (de 1910 até 1944)
Era natural de Loriga e veio substituir o seu tio Monsenhor António Mendes Gouveia Cabral, que deixou de ser o Pároco da Paróquia por motivos de saúde. A ele se deve a fundação da Conferência de S. Vicente de Paulo e a Associação Católica de Operários. Deu notável incremento à vida religiosa de Loriga(fonte Loriga.de ;ler mais em Loriga.de )

Ler também em :

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Pão

Na padaria da minha prima Fernanda, pequeno filme que fizemos quando esta padaria ainda estava em funcionamento na rua Gago Coutinho em Loriga em 2001. Faziam-la pão e bolos artesanalmente.

Outro sitio, outra maneira de fazer pão, pão com chouriço na linda vila de Ericeira em 1998.

Neve,neve,neve! Basta!

Pela terceira vez,esta noite nevou na região da Normandia, parece bem que ainda vamos sofrer mais alguns dias com o mau tempo...Quem me dera estar na praia com o sol a bater nas costas!
Fotos tiradas das janelas da minha casa:

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Roupa ao vento



Roupa no varal em tarde de vento

Uma calça azul, pendurada
no varal da varanda sem cor
parece querer voar
parece uma pipa chinesa
que meninos empinassem
parece querer mostrar
que em outro lugar, talvez
a leste do vento sul
há outras cores, outras vidas,
outras idéias e amores.

E eu que cheguei a pensar, no meu
rústico sem-modo, que uma calça
fosse apenas uma calça: uma calça
– coisa só de se vestir.

Walter Cabral de Moura

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Roupas

Lavar, secar, passar, vestir....lavar, secar...

Melros

Nevou mais uma vez e encontrar comida é um desafio de todos os dias para os melros, estorninhos e outros pássaros.Para ajudá-los a sobreviver: maçãs, sementes e restos de comida como arroz, maça, pão etc. É um grande prazer para nós de contribuir as suas sobrevivências no inverno.
Melro semi albino! Primeira vez que vejo um melro desta cor.
Os melros como os estorninhos estão constantemente a lutar uns contra os outros para a comida.

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Passarinhos

Ajudar os passarinhos a passar o inverno sem fome devido à falta de alimentos diários,da neve ou do frio... , é por vezes necessário.
Todos anos colocamos bolinhas de comida para pássaros da rua.Estas bolas são feitas de gordura(margarina,manteiga...) e sementes.
Para fabricar Bolas de gordura

domingo, 3 de janeiro de 2010

Ícones-recto/verso VIII

Filomena, talvez seja a filha do irmão da minha avó Maria dos Anjos, o Júlio Pina Luís casado com Emília...?
Pequena rectificação depois de ter consultado minha mãe, esta Filomena é desconhecida...A Filomena prima da minha mãe não era de Loriga mas de Corgas.