LORIGA

Nasci numa pequena terra chamada Loriga, situada a 770 m de altitude na Beira alta ao meio da maravilhosa e luzente Serra da Estrela. É uma localidade muito pitoresca, situada num vale e circundada de montanhas que encantam os nossos olhos pela a sua beleza tanto ela é rara: coberta de pinheiros, salpicada de castanheiros, mimosas, giestas, urzes e outras plantas serranas. Uma fauna e flora espectaculares!

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Gira gira a vida

A vida é como um torniquete, gira sem parar...até um dia acabar...


Fernando Melo disse...

A vida é feita a girar!.Nascemos a girar,andamos a girar, quando comemos estamos a girar, quando vamos á casa-de-banho giramos,quando dormimos giramos, enfim... não somos uns girassóis mas parcemos.-:)

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Fechar,SFF !

A tentação de fechar as portas se faz sentir cada dia mais...

Fernando Melo disse...

Olá boa noite!.Bonita imagem.Pode-se na realidade ter cada vez mais a tentação de fechar as portas, mas de nada vai servir se não abrir-mos o "coração".


terça-feira, 16 de agosto de 2011

Lembrar

Hoje venho aqui fazer uma homenagem ao meu tio António que faleceu dia 31 de Julho 2011 com 69 anos após de ter estado em coma quase 3 meses devido a uma queda dentro de uma camionete que fez um desvio forçado... Era nativo de Loriga e irmão de minha mãe Deolinda.
Residia em Vale Figueira, Loures.
Descanse em paz.


Lugar de descanso

"Nada mais certo que a morte; nada mais incerto que a hora da morte."

Portão do novo cemitério de Loriga na Nossa Senhora da Guia

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

CREDO

ANDAR COM O CREDO NA BOCA

Significado: Sentir medo de correr perigo.

Origem: A expressão está ligada ao sofrimento do povo judeu e da criação da Santa Inquisição no século XVI, em Portugal, pelo rei D. João III. Quando este poderosíssimo tribunal católico iniciou a sua perseguição, muitos judeus fizeram-se passar por cristãos (e quem os censura?). Para que o disfarce fosse eficaz, decoravam a oração mais importante de então, o “Credo” (“Creio” em latim), e debitavam-na à frente dos carrascos e dos santos padres da Igreja. Foi assim que vários conseguiram escapar à fogueira. Tira-teimas


Pia de água benta na capela de Nossa Senhora da Guia