LORIGA

Nasci numa pequena terra chamada Loriga, situada a 770 m de altitude na Beira alta ao meio da maravilhosa e luzente Serra da Estrela. É uma localidade muito pitoresca, situada num vale e circundada de montanhas que encantam os nossos olhos pela a sua beleza tanto ela é rara: coberta de pinheiros, salpicada de castanheiros, mimosas, giestas, urzes e outras plantas serranas. Uma fauna e flora espectaculares!

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Quietude

Um pouco de calma antes da grande maré turística...

Praia Fluvial

Nas faldas da serra
Imponente e altaneira
Se ergue a nossa terra.
Entre urzes e pinhais,
Giestas, tojos, carquejas,
Escuto o trinar das aves,
O cantar da água,
Que salta de pedra em pedra
Desce sem temer a serra
Enchendo os poços sussurrando:
Vem, vem, vem....
Branca, pura, cristalina
D'uma frescura sem igual
Convida-te loriguense
A dela vires desfrutar.
Uma praia fluvial
Com bandeira de distinção
É orgulho que se deve
Ao nosso bairrismo sem par.
Tu,que és amante da terra
Que fica nas faldas da serra
Usa este cartão de visita,
Honra esta distinção.
Torna este lugar aprazível
Com a tua colaboração
Tudo pode ser possível.
Uma praia tão natural
E única em Portugal.

Eugenia Gomes 1999

2 comentários:

Fernando Melo disse...

Maravilha, assim é que é!!!.

emanuel disse...

Sons da Natureza
Fecho os olhos ouço a natureza falar,
Através dos sons em tudo que nela há.
As águas que caem das cascatas na mata,
Dos pássaros que cantam adornando seus ninhos,
Sons da fauna desbravando as matas,
Ventos cantando em silvos.

Magia e mistério no ar,
Em folhas que caem das árvores frondozas
Do riacho, ouço o mais calmo murmúrio
Do Mar, o mais alto das ondas que caem
A noite que avança com o som do silêncio
Nasce a manhã com chilrear de pássaros
Inebriam e encantam em perfeita harmonia.
É a vida com sons que acalentam a alma.

Nanci Laurino